sexta-feira, 24 de junho de 2016

É tarde...


Foto de Júlia Tigeleiro



nenhum sono
repõe o que não vivi


agora resta um único desfecho:
de novo acordar por dentro

e acordar sempre
até que volte a ser cedo.

Mia Couto

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Era tão grande o coração...

Foto de Júlia Tigeleiro


"Esta noite morri muitas vezes, à espera de um sonho, que viesse de repente e às escuras, e que dançasse com a minha alma, enquanto fosses tu a conduzir o seu ritmo assombrado nas trevas do corpo, toda a espiral das horas que se erguessem no poço dos sentidos. Quem és tu, promessa imaginária que me ensina a decifrar as intenções do vento, a música da chuva nas janelas sob o frio de fevereiro? O amor ofereceu-me o teu rosto absoluto, projetou os teus olhos no meu céu e segreda-me agora uma palavra: o teu nome - essa última fala da última estrela quase a morrer, pouco a pouco embebida no meu próprio sangue e o meu sangue à procura do teu coração."

Fernando Pinto do Amaral

terça-feira, 7 de junho de 2016

PROFUNDEZAS....

Foto de Júlia Tigeleiro



"Tentei descobrir na alma alguma coisa mais profunda do que não saber nada sobre coisas profundas.
Consegui não descobrir".

Manoel de Barros


...e nestas profundezas apenas encontrei o silêncio e foi com ele que me encantei...