sexta-feira, 11 de maio de 2018

mantém o equilíbrio...

Foto Júlia Tigeleiro



Todos os dias digo, sussurrando,
mantém o equilíbrio. Tudo espreita,
tudo assusta, a vida inteira pende-te
de um frágil fio e de uma sorte injusta.
A tua vontade não pode muito.
Não percas pé. Mantém o equilíbrio
.
Amalia Bautista

8 comentários:

  1. Foto belíssima! !
    Voo das artes (foto e poesia) em
    harmonia e no equilíbrio da
    beleza vida!...
    A vida sempre pede este voo do equilíbrio
    entre a realidade e os sonhos; entre as
    dores e alegrias e entre os silêncios e
    os gritos e assim, entre o viver e o
    morrer de cada instante-vida...
    Aprecio imensamente este seu espaço
    de arte, Júlia.
    Bj.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O caminho faz-se fazendo, como diria Antonio Machado. Ora se nao existe caminho, mas sim caminhada, será de todo assertivo que a façamos pelo meio termo, para nao correr o risco de tombar para as bermas. Um beijo.

      Eliminar
  2. Mensagem importante, nunca é demais relembrar!
    Gostei!

    ResponderEliminar
  3. É claro que sim, se bem que memória é curta e volta e meia esquecemos o que é verdadeiramente importante. Deixamo-nos trair pelo coracao, esse órgão forte, mas ao mesmo tempo tao fragil...:). Um abraço.

    ResponderEliminar
  4. No poema vejo um alternar de pé.
    A fotografia espelha sobriedade
    certeza e fé,
    em subindo a água, nas asas de voar.

    Bj

    ResponderEliminar
  5. A vida... com os seus desequilíbrios... conforme os sentimos... brilhantemente expressa em imagem e palavras!
    Mais um post belíssimo... que é um verdadeiro prazer apreciar!...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paz, é o que sinto quando olho este momento.Pasmo da paz que às vezes sinto, quando observo a natureza, e pergunto como é possível sentir o que não tenho?

      Eliminar