quinta-feira, 4 de maio de 2017

que os teus dedos me perdoem as palavras...

Foto Júlia Tigeleiro

Que os teus dedos me perdoem as palavras.
Que os teus olhos me perdoem o silêncio.
A fuga não é um ato premeditado.
No mergulho não existe oxigénio suficiente.
Unicamente uma desordem de músculos
que sustentam a ansiedade.
Ficarei só com o meu dilúvio.

in " Vem Adormecer o Dia" de " Francisco"




"A fuga não é um ato premeditado.", mas sim a única forma de seguir em frente...

4 comentários:

  1. Pode a tua fotografia ter tanta beleza assim Julia? Cada dia melhor! Me deleito aqui. Agradeço.

    Beijo!

    ResponderEliminar
  2. Obrigada...muito. Basta que alguém goste para já valer a pena💗💛💚💙

    ResponderEliminar
  3. Que linda foto! Parabéns pelo blog. estou seguindo!!
    Abraços!

    ResponderEliminar