segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

PERDEMOS REPENTINAMENTE...

Foto Júlia Tigeleiro


perdemos repentinamente
a profundidade dos campos
os enigmas singulares
a  claridade que juramos
conservar

mas levamos anos
a esquecer alguém
que apenas  nos olhou


José Tolentino Mendonça



2 comentários:

  1. Muito belo! Aqui tudo é tão bonito, as palavras, as fotografias. Um lugar de sonho. ☺️Beijo e tenha um lindo 2017 cheio das mais belas fotografias que sem dúvida virão aos teus olhos!

    ResponderEliminar
  2. Desejo-lhe também tudo de bom. Sabemos no entanto que isso é quase impossível, mas enquanto houver esperança de que o sol provavelmente nascerá na manhã seguinte, teremos força para continuar esta caminhada que nem sempre é fácil, mas que é nossa!!! Um beijo Luiza.

    ResponderEliminar