quarta-feira, 23 de novembro de 2016

A TARDE ESGOTAVA-SE...

Foto Júlia Tigeleiro


A tarde esgotava-se em Rodas,
abril, como todas as promessas cumpridas, perdia interesse
e eu vi correr as tuas lágrima até ao mar.
Sem perceber nada
nem a tua melancolia nem a migração das aves
nem o assobio dos barcos nem o rosto envelhecido dos
capitães,
fechei os olhos.
Ao voltar a abri-los, não sei se eu era diferente
ou se o porto tinha mudado
mas os barcos ancorados embelezavam com a noite.
Tu que olhas para as colinas
não viste as minhas lágrimas a acender as primeiras lâmpadas.


Lauren Mendinueta


3 comentários:

  1. A foto tocou-me, e de que maneira. Talvez um dia destes me sirva dela para escrever modestas palavras. Será que posso?

    Abraço :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada.Claro que sim, será um um enorme prazer e grande alegria.Um beijo AC

      Eliminar
    2. Pronto, já lá está o texto.
      Grato.

      Um beijinho, Júlia :)

      Eliminar