quarta-feira, 9 de março de 2016

Docemente...

Foto de Júlia Tigeleiro



Fecho os olhos.
Doí, às vezes docemente, doí a vida.


José Agostinho Baptista

2 comentários:

  1. "Fecho os olhos.
    Doí, às vezes docemente, doí a vida"
    entre a pessoa que somos
    e o tempo que temos
    (e não vemos)
    conjuga-se a nossa dor.
    Docemente?

    O que nos vale é a sexta com feira. Amanhã.

    ResponderEliminar
  2. ...tivéssemos nós olhos para ver...!Abraço e grata.

    ResponderEliminar