terça-feira, 15 de março de 2016

à espera do fim...

Foto Júlia Tigeleiro

No bater das horas todos os silêncios são minutos amurados à espera do fim.
Nuno Travanca
Foto Júlia Tigeleiro


Eu nunca soube, mas às vezes ao ler os teus poemas, quase adivinho a palavra em que partiste.
Jorge Melícias

5 comentários:

  1. Grato pela visita.
    Boas fotografias.

    Que bordões puxaram
    que melodias tocaram
    que afagos fizeram
    que fados cantaram
    para ganharem a este fim?

    ResponderEliminar
  2. Gosto tanto da "bipolaridade" dos seus comentários e que vêm certamente desse fundo de alma.Obrigada Agostinho.

    ResponderEliminar
  3. Obrigada Piedade. Eu gostei muito dos seus Blogues.Bj

    ResponderEliminar