quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Não há outra verdade senão a que invento...

Foto de Júlia Tigeleiro


As circunstâncias da vida valem pelo que valem. Somos nós que lhe aplicamos o poder que as mesmas têm sobre nós.


" Achava belo, a essa época, ouvir um poeta dizer que escrevia pela mesma razão por que uma árvore dá frutos. Só bem mais tarde viria a descobrir ser um embuste aquela afetação: que o homem, por força, distinguia-se das árvores, cabendo-lhe escolher os frutos que havia de dar, além de investigar a quem se destinavam, nem sempre oferecendo-os maduros, e sim podres, e até envenenados". - Osman Lins(Guerra sem testemunhas)

2 comentários: